por Celso Andrade

A competitividade do ambiente corporativo exige que todas as empresas busquem a fidelização de seus clientes. Por esse motivo, é importante que a estratégia esteja bem alinhada ao perfil e às necessidades dos clientes, considerando a especificação de cada área. Confira, a seguir, alguns erros que te impedem de fidelizar clientes:

 

1. Desconsiderar a opinião de clientes

Deixar de ouvir o cliente, que talvez tenha um importante posicionamento para contribuir com sua empresa, pode causar impressões erradas e prejudicar a tarefa de fidelizar clientes. As reclamações podem ser acompanhadas de sugestões de melhorias para todos os envolvidos, permitindo aperfeiçoar as mais diversas áreas.

Por isso, é vital formar meios de comunicação que permitam o devido contato de interessados em falar sobre seu negócio e processos. Essa abertura transmitirá uma grande segurança, responsável pela memorização contínua, que é indispensável em futuras compras ou contratações feitas pelo cliente.

 

2. Deixar de medir satisfação

Como base de uma estratégia bem elaborada, é necessário medir a satisfação dos clientes para entender e estimular mudanças internas visando a melhoria contínua do atendimento. Deixar de fazer essa medição prejudica o desempenho da empresa, na medida em que as bases estratégicas não são orientadas de acordo a percepção do público envolvido. Para fidelizar clientes, é importante entender qual o nível de satisfação encontrado.

Para tanto, é possível aplicar pesquisas para saber detalhadamente qual serão as ações necessárias a curto e longo prazo, considerando ainda a necessidade de planejar ações que realizem diversas mudanças indispensáveis ao negócio.

 

3. Não personalizar o atendimento

Ouvir o próprio nome é essencialmente importante, não é mesmo? Portanto, invista em formas de, sem que entrar em contato, fazê-lo de um jeito mais personalizado (seja online ou offline), considerando que a fidelização está diretamente ligada à forma de tratamento que é utilizada.

Desse modo, é possível fazer com que ocorra uma forma específica de empatia muito benéfica para empresa e clientes, causando boa impressão e contribuindo para uma visão positiva. Neste meio, é importante citar que credibilidade e confiança estão diretamente ligadas no momento de manter negociações importantes e criteriosas.

 

4. Atrasar

Para fidelizar clientes, é essencial que as respostas sejam rápidas. Quem precisa de apoio, na maior parte das vezes, deseja receber o resultado esperado com a maior velocidade possível, pois inúmeras solicitações são importantes e podem impactar negativamente a produtividade geral do cliente, setor ou diretoria. Dessa forma, é essencial transparecer agilidade, tomando atitudes pró-ativas e de acordo com o perfil de cada cultura corporativa, fidelizando e agregando valor ao relacionamento.

 

5. Não fazer parcerias para fidelizar clientes

No contexto corporativo, parcerias são vitais para o desenvolvimento contínuo e sustentável. A tomada de decisão precisa estar diretamente atrelada a análises profissionais sobre o negócio, incluindo estratégias e metodologias que sejam reconhecidas no mercado pelos resultados. Utilize as ferramentas disponíveis por meio de parcerias, alavancar resultados e conseguir obter a expertise necessária para promover sinergia suficiente aos objetivos desejados.

Portanto, podemos concluir que fidelizar clientes está diretamente ligado a conhecer erros recorrentes, visando chegar a uma resolução eficiente para todos os pontos apresentados. É necessário tomar ações que disponibilizem uma forte proteção na retenção de clientes, por meio de parcerias estratégicas. No mundo competitivo atual, deixar de conhecer as práticas utilizadas no ambiente corporativo não é uma opção.

 

E você, leitor, conseguiu entender quais erros podem colocar em risco a fidelização de seus clientes? Aproveite para saber por que reter clientes é mais barato que conquistar um novo.

Comment