jornada do cliente, jornada do cliente real, inteligência competitiva, inteligência de mercado.jpg

Os contos de fada já nos mostraram que é praticamente impossível que um casal que mal se conhece resolva partir direto para o casamento. No mundo dos negócios, a lógica é a mesma: é preciso construir um relacionamento consistente com seus potenciais clientes antes de chegar ao momento da compra efetiva.

Desde o primeiro contato, até o momento de análise das opções e finalmente chegando à compra, existem vários passos diferentes que precisam de uma interação entre empresa, lead e possivelmente cliente. Essa é a lógica da régua de relacionamento e é sobre ela que vamos falar neste post. Confira:

 

O que é a régua de relacionamento?

Essa é uma lógica de comunicação presente em especial no trabalho que envolve o e-mail marketing e que deve ser aplicada para interagir com clientes e leads. Basicamente, consiste na utilização de abordagens específicas para os diferentes momentos em que o lead se encontra no relacionamento com a empresa. Trocando em miúdos: não adianta mandar uma mensagem com um call to action voltado para a venda para um lead que acabou de ter seu primeiro contato com a empresa. Ele precisa estar no ponto certo para que a mensagem seja eficiente.

O objetivo em um trabalho como esse é aproximar o cliente da marca, com ofertas de conteúdo, que tornem possível descobrir os gostos e hábitos dessa pessoa. Dessa forma, o cliente também passa a conhecer a empresa, que ganha confiança e empatia do lead. Nesse contexto, a régua de relacionamento é um caminho definido por onde o cliente vai passar, com etapas definidas, desde o desconhecimento da marca até a compra e a recompra. Ela é importante para uma empresa, pois é por meio dela que será possível identificar os pontos de contato entre empresa e cliente, de tal forma que seja possível criar um relacionamento que dure para além de uma primeira compra.

 

Melhores práticas (e etapas) para utilização da régua de relacionamento

Existem algumas etapas da régua de relacionamento que fazem sentido para diferentes tipos de empresas, mas antes vamos nos atentar para um ponto. É preciso dar atenção suficiente para a medição de todas as ações presentes em cada etapa, de forma que você consiga mapear a experiência do cliente, e, assim, suas ações façam sentido dentro de cada etapa — sem ser esquecido, mas também sem virar spam.

 

-Agradecimento pelo cadastro

Agradecer pelo cadastro do usuário é normalmente o primeiro passo, pois mostra atenção da empresa com o lead e pode resultar em um bom começo de diálogo.

 

-Conteúdo relevante

Em um segundo momento, pode ser que você não possa começar já oferecendo produtos para esse lead. Por esse motivo, invista em conteúdo relevante que o auxilie na solução de seu problema e o prepare para a compra futura.

 

-Produtos visitados e carrinho abandonado

No caso de lojas virtuais, vale a pena trabalhar a parte técnica do marketing para gerar esse relacionamento com os leads a partir dos produtos visitados por ele ou mesmo carrinhos de compra abandonados. Combinar essa comunicação com remarketing pode ser um caminho interessante.

 

-Ofertas exclusivas

A partir do momento em que você conhece melhor seu usuário, torna-se possível o envio de ofertas exclusivas, específicas com base nas informações que o cliente já te forneceu.

 

-Acompanhamento pós-venda

Por fim, depois da venda o caminho da régua de relacionamento prevê o acompanhamento do pós-venda para garantir a satisfação contínua do cliente, o que possivelmente pode gerar a futura recompra.

 

A régua de relacionamento é uma metodologia fundamental para construir uma interação satisfatória com seus consumidores e aumentar os ganhos da sua empresa.

Comment